buscar
´

Câmera de smartphone chinês fotografa a Terra do espaço

As câmeras dos celulares hoje em dia estão cada vez mais poderosas e impressionantes. Em um espaço de pouco mais de 8 anos, tivemos um salto de câmeras que eram consideradas boas com 8 ou 12 megapixels e fomos para dispositivos cujo as lentes ultrapassam os três dígitos de megapixels.

Tecnologia
5 meses atrás
Câmera de smartphone chinês fotografa a Terra do espaço

Mas mesmo com esse incrível avanço, será que seria possível utilizar essas lentes para tirarem fotos do próprio planeta Terra do espaço com qualidade? Por mais incrível que pareça, a resposta é sim!

Ação de marketing genial

Tudo teve início com uma campanha de marketing da marca chinesa Xiaomi, que nos últimos anos vem apresentando um crescimento assombroso e conquistando cada vez mais usuários tanto de aparelhos celulares quanto de outros dispositivos.

No dia 13 de fevereiro desse ano, a Xiaomi apresentou ao mundo sua nova linha de celulares Mi 10, e nessa linha estava incluso o M10 Pro que apresenta uma câmera de incríveis 108 megapixels. Durante o evento, diversas fotos tiradas com a nova câmera do aparelho foram apresentadas, mas uma delas chamou a atenção por ter sido tirada… do espaço!

Pode parecer uma grande loucura (e foi), mas o Xiaomi em parceria com uma empresa chamada Spacety implementaram a câmera do M10 Pro em um cubesat, cujo foi lançado em novembro de 2019.

O cubo Xiaoxiang-1-08 em teste
O cubo Xiaoxiang-1-08 em teste

Ajudando a resolver problemas?

Ao que tudo indicava, a ação de marketing da Xiaomi tinha sido apenas um grande sucesso para a marca de tecnologia, pois afinal foi comprovado que as fotos podem sair com uma resolução incrível e mostrando vários detalhes, inclusive do lado de fora do planeta.

Mas foi observado que a qualidade das imagens produzidas poderia servir para algo mais do que uma jogada de marketing. Foi constatado que as imagens reproduzidas eram de melhor qualidade do que as de satélites americanos, e por um preço menor!

Para se ter uma ideia, o satélite americano LandSat 8 que foi lançado em 2013 a um preço de 855 milhões de dólares retornava imagens com uma resolução de 98 pés (30 metros) por pixel. Já o Xiaoxiang-1-08, o satélite onde carregava a câmera do M10 Pro, entregou imagens com uma resolução de 197 pés (60 m) por pixel.

O Spacety Xiaoxiang-1-04 CubeSat.
O Spacety Xiaoxiang-1-04 CubeSat.

Claro que não irão ser colocadas câmeras de smartphones em satélites futuramente para resultar em imagens melhores, mas a utilização da tecnologia para a fabricação de novas lentes melhores, mais resistentes e mais baratas deve acontecer com toda a certeza.

*Com informações do Space e Spacety.

Uboi: novo app para revolucionar o transporte de gado
Serviço oferecido pela JBS, entenda...
Como comprar um celular novo
Geralmente nas lojas oficiais das marcas o preço do celular acaba sendo bem mais alto, então tentar arrumar alguma forma de economizar dinheiro na compra do celular é sempre...
Por dentro do X, o lado secreto da Google
Google X. Você já ouviu falar desse projeto? Se não, é melhor iniciarmos este artigo deixando claro que o antigo “Google X” agora é chamado apenas de “X”, e que não...
Divórcios do futuro serão intermediados por robôs
A inteligência artificial pode ajudar a resolver vários problemas, mas se tem algo que os programadores ainda não descobriram é como instaurar as emoções em algoritmos, e...
Diga adeus ao Segway
E com um número de vendas tão baixo para um produto tão alto, o resultado não poderia ser outro: A Ninebot anunciou que não fabricará mais o Segway PT, o Segway SE-3...

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em testar apps e tudo mais que envolve tecnologia. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e felicidades nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe...